Autor

Fátima Eusébio

22 de 03 de 2024, 16:09

Colunistas

Jornal do Centro: dar voz ao que acontece na região

Ao longo destes 22 anos o Jornal do Centro foi mudando, adaptando-se às circunstâncias de cada período, reformulando e reinventando-se, com objetivo de potenciar a sua identidade e missão no âmbito da imprensa regional

opinião barra

Num contexto onde aparentemente estamos rodeados de recursos de comunicação, a que acedemos através de dispositivos diferenciados e de fácil acessibilidade, precipitadamente podemos considerar que alguns desses meios podem ser dispensados, entre os quais figura em algumas atribuições a imprensa regional, na qual se insere o Jornal do Centro. Na verdade, os recursos de comunicação não são em excesso, antes devem ser entendidos como complementares, com funções, bolsas de informação e universos de públicos específicos, mas que se intercetam.
Proximidade e presença nos acontecimentos relevantes da região, entrevistas a personalidades públicas e a outras mais anónimas, debates e análises dos grandes temas, projetos, problemas que marcam o território, divulgação dos principais eventos de diferentes âmbitos, como a música, o teatro, as festas, as exposições, os festivais, as inaugurações, etc., são a linha de orientação que em cada semana corporizam o Jornal do Centro. Desta forma desempenha um papel fundamental ao dar presença e visibilidade às pessoas, às preocupações e aos interesses das comunidades da Região Centro, que de outra forma não teriam voz ou expressão na imprensa nacional.
No que concerne à nossa área de atuação o Jornal do Centro tem constituído um parceiro de comunicação privilegiado, divulgando os vários eventos que o Departamento dos Bens Culturais da Diocese de Viseu vai promovendo, incentivando, assim, o envolvimento e a presença das pessoas nos mesmos; dando a conhecer as tradições religiosas e a sua manutenção em diversas comunidades; debatendo vários temas da Igreja, no quadro de um elevado respeito pelo pluralismo de ideias e opções religiosas. Tem desenvolvido um diálogo aberto e transparente com este Departamento na abordagem aos patrimónios material e imaterial da região.
Trata-se de um canal de comunicação mais próximo e direto com as populações, tornando-as mais informadas e com maior força crítica nos vários assuntos que fazem parte do seu quotidiano, dos quais são direta ou indiretamente participantes.
Ao longo destes 22 anos o Jornal do Centro foi mudando, adaptando-se às circunstâncias de cada período, reformulando e reinventando-se, com objetivo de potenciar a sua identidade e missão no âmbito da imprensa regional.
Desejamos que o Jornal do Centro se mantenha por muitos anos com solidez e firmeza, continuando a comunicar o que se faz e o que acontece na região. Parabéns Jornal do Centro por estes 22 anos.